De 18 a 20 de novembro de 2019, Valência acolheu a reunião de lançamento do projeto MedTOWN, que visa promover a coprodução de políticas sociais justas com os cidadãos, a fim de fortalecer o papel da economia social e solidária (ESS) e desenvolver uma política comum de serviços sociais na bacia do mar Mediterrâneo. MedTOWN é um projeto de cooperação financiado pela União Europeia através do Programa ENI CBC Med 2014-2020.

A ONG espanhola “Asamblea de Cooperación Por la Paz” (ACPP) coordena esta iniciativa, à qual se juntam outras oito organizações parceiras e sete associados de seis países: Espanha, Grécia, Jordânia, Tunísia, Palestina e Portugal. O orçamento total é de 3,4 milhões de euros, dos quais 2,9 milhões de contribuição da UE.

O encontro deu a todos os parceiros a oportunidade de discutir e planejar as principais atividades e começar a trabalhar juntos para criar melhores políticas contra a pobreza, a desigualdade e a exclusão social.

Além disso, uma apresentação pública do projeto contou com a participação do ponto focal da economia social e solidária da ACPP, José María Ruibérriz de Torres López; a Diretora Geral das Relações com a União Europeia e o Estado da Generalitat Valenciana, Daria Terrádez Salom; o Ponto de Contato Nacional espanhol ENI CBC Med todo o Ministério das Finanças, Marian Uriarte Brizuela; e o delegado ACPP em Valência, Trinidad Blanch.

“Trata-se de saber que papel podemos desempenhar como sociedade civil no aprimoramento das políticas públicas, proporcionando conhecimento e expertise e promovendo a inovação social e tecnológica, para que as experiências positivas possam ser replicadas”, explicou Ruibérriz de Torres.

O esforço MedTOWN visa promover o diálogo e a aprendizagem mútua no Mediterrâneo, a fim de fornecer um quadro regulamentar e um modelo de co-produção, como um instrumento para avançar no sentido de sociedades mais justas e sustentáveis. Também se concentra na criação e no fortalecimento de alianças em todos os países participantes para a regulamentação dos serviços sociais e da ESS. Assim, serão geradas oportunidades de trabalho conjunto com base em uma base de dados de âmbito mediterrâneo com evidências e recomendações para melhorar a prestação de serviços sociais.

Os serviços públicos enfrentam atualmente uma série de desafios sem precedentes: demanda crescente e expectativas crescentes, problemas sociais aparentemente insolúveis e, em muitos casos, orçamentos reduzidos. Na Europa, as abordagens anteriores levaram a melhorias significativas em algumas áreas, mas não conseguiram resolver algumas desigualdades estruturais básicas.

Nesse sentido, o projeto MedTOWN visa fornecer aos cidadãos e às autoridades locais ferramentas para o desenvolvimento local resiliência e promover a transição para sociedades mais justas, resilientes e sustentáveis na região euro-mediterrânica.

0 comentários

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

*

Faça login com suas credenciais

ou    

Esqueceu seus dados?

Criar uma conta